Indústria goiana cresce 2,8% entre janeiro a outubro

postado em: Notícias | 0

A indústria de Goiás voltou a apresentar resultados positivos. É o que informa o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nos dados apresentados nesta terça-feira (10). Segundo o IBGE, Goiás ficou na quarta posição nacional com crescimento de 2,8% no período de janeiro a outubro de 2019.

A produção do mês de outubro foi 4% superior em relação a setembro e 11,2% maior do que outubro de 2018, sendo este o maior avanço do Brasil. Dos 15 locais pesquisados no País, sete apresentaram algum tipo de crescimento em outubro.

De acordo com o IBGE, Goiás teve crescimento superior ao do Brasil, que teve números negativos no período de janeiro a outubro, com -1,1%. O resultado ruim também se repete no Brasil quando avaliado os últimos doze meses, com -1,3%.

Quando avaliados os produtos que tiveram o melhor desempenho, a indústria de produção de biocombustível apresentou crescimento de quase 25% quando comparado outubro de 2019 com o mesmo período do ano passado. A fabricação de veículos automotores também teve importante aumento de 96,1% na comparação de outubro de 2019 com 2018. Na comparação de outubro com setembro de 2019 o aumento registrado da produção foi de 10,5%.

Já a fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos registrou aumento de 20,5% quando comparado outubro de 2019 com outubro de 2018 e de 2,7% na comparação de outubro com setembro de 2019.

A economia goiana mostra fôlego e faz contraponto face à lenta retomada do crescimento em nível nacional, conforme explica o secretário Wilder Morais, titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC). Para ele, esse crescimento é fruto do trabalho que o Governo do Estado realiza na atração de novas empresas e no fortalecimento das que já estão instaladas em território goiano.

O secretário também lembra a orientação do governador Ronaldo Caiado de fortalecer a política de desenvolvimento regional do Estado, levando empresas para todas as regiões, especialmente nos municípios mais carentes e com baixos indicadores sociais.

“Esse ano de 2019 não foi fácil. A economia nacional está lenta. Mas mesmo assim, aqui em Goiás, temos números positivos na nossa pauta da indústria e em outros setores. E a tendência é de crescimento para 2020”, prevê o secretário.

A Caravana do Empreendedor no Caminho de Cora Coralina mostra resultados. Divino, pequeno empresário na Cidade de Goiás, produzia e vendia pamonhas nas ruas da cidade. Durante a Caravana ele conheceu nossas linhas de crédito do Goiás Empreendedor e fez empréstimo de R$ 13.800 para comprar freezer, geladeira, triturador de milho entre outros objetos. Resultado, hoje ele tem a sua pamonharia montada e, junto com sua mãe dona Lázara, mudou de patamar na gestão do seu pequeno negócio.