Guaraná Mineiro vai para Aparecida de Goiânia e promete investir R$ 60 milhões em nova fábrica

postado em: Notícias | 0

A empresa Refrigerantes do Triângulo (Guaraná Mineiro) encaminhou à Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) nesta sexta-feira (8) projeto de viabilidade econômica para obter a concessão de benefícios do Programa Produzir, de incentivo fiscal.

Em abril a empresa assinou protocolo de intenções com o Governo do Estado para construir uma fábrica em Goiás. Esta semana a Refrigerantes Triângulo foi contemplada com uma área de 50 mil metros quadrados doada pela Prefeitura de Aparecida de Goiânia, onde ela construirá sua fábrica e a parte de logística.

O secretário Wilder Morais, titula da SIC, disse que essa é mais uma empresa das 69 que assinaram protocolos de intenção com o Governo de Goiás desde o início do ano, que confirma a instalação da sua fábrica no Estado.

“Estamos no caminho certo na prospecção de empresa e indústrias e na atração de grandes investimentos. O governador Ronaldo Caiado tem afirmado que o melhor programa social de um governo é o emprego para o trabalhador. E temos buscado melhorar essa pauta do emprego e da geração de renda”, falou Wilder.


Luiz Alfredo Massaro, diretor-presidente da Refrigerantes do Triângulo, espera inaugurar a nova fábrica em outubro de 2020. Segundo ele, serão investidos R$ 60 milhões na construção da nova unidade. A expectativa é de gerar seis mil empregos, entre diretos (1.500) e 4.500 (indiretos).

O diretor comercial da empresa, José Arnaldo da Silva, informou que hoje o Guaraná Mineiro tem a segunda maior participação no mercado de Goiás. Ele destacou também que toda a produção do refrigerante tem 42% do seu consumo também em Goiás, que possui excelente localização geográfica e uma política séria de incentivos fiscais.

O início das obras em Aparecida é imediato, segundo informação de Luiz Massaro. Ele conta também que com a nova fábrica em Goiás, o Guaraná Mineiro vai aumentar em 200% a sua produção total de refrigerantes.