Busca de conclusão do novo aeroporto de Goiânia

Os senadores Wilder Morais, Lúcia Vânia e Cyro Miranda acompanhando o governador Marconi em reunião com representantes da Infraero

O senador Wilder Morais como também os senadores Cyro Miranda e Lúcia Vânia e parte da bancada federal goiana acompanharam, ontem, em Brasília, o governador Marconi Perillo em reunião com representantes da Infraero para discutir a continuação do Exército à frente do projeto da pista e pátio do novo aeroporto.

Atualmente dois projetos estão em andamento: o primeiro é o terminal de passageiros, a cargo de um consórcio de empresas e da própria Infraero; e o pátio e a pista, que estão sob responsabilidade do exército — que pode deixar a função por atraso na entrega, o prazo expirou no dia 28 de setembro. Cerca de 70% do projeto está pronto.

O senador Wilder Morais, quando secretário de Infraestrura, em busca de solução para o novo aeroporto de Goiânia, acompanhado dos presidentes Ilézio Inácio (Ademi), Justo Cordeiro (Sinduscon) e Roberto Elias, então secretário de Planejamento da Prefeitura de Goiânia

Wilder e os membros da bancada pediram agilidade para a Infraero. O senador em particular conhece de perto a situação do aeroporto, já que ocupava o cargo de secretário de Infraestrutura no governo Marconi e chegou a articular algumas reuniões entre membros da estatal, da iniciativa privada goiana e da Prefeitura de Goiânia para acelerar o ritmo do processo.

“O Estado de Goiás já é reconhecido nacionalmente pelo fôlego da economia, não apenas em commodities, mas também em indústria, que gera milhares de empregos e contribui significativamente com o PIB do país. Não faz sentido que um estado estratégico econômica e geograficamente como Goiás não possa contar com um aeroporto à altura”, disse Wilder.