Senador Wilder visita a Rádio 730

postado em: Notícias | 0

O senador Wilder Morais visitou a Rádio 730 e falou um pouco da sua história de superação. Em entrevista exclusiva desde que assumiu a cadeira de senador em Brasília, Wilder Moraes, destacou como venceu. Em um bate-papo descontraído com o diretor de jornalismo da Rádio 730, Nilson Gomes, o senador falou de algumas curiosidades, dentre elas, ter morado no Edifício São Judas Tadeu, onde fica a sede da Rádio 730.

1° Bloco — Wilder conta como chegou a Goiânia: (clique para ouvir)

Wilder Moraes conta que em 1987 veio para Goiânia estudar no Colégio Ruy Barbosa. De acordo com ele, o prédio São Judas Tadeu era abandonado e apenas três salas funcionavam. “Tinha uma sala aqui e em troca da moradia eu vigiava máquinas de escrever. Tinha um casal que morava aqui e eu vigiava essas máquinas. Fiz o ensino médio em contabilidade, depois passei no curso de engenharia na Católica e mudei para o Setor Universitário”, informou.

2° Bloco — Wilder explica seus projetos como senador: (clique para ouvir)

“Desde que assumi a secretaria de infraestrutura trabalhei muito em alguns projetos para a grande Goiânia. O primeiro foi a questão da retomada das obras do aeroporto, o segundo item é o anel viário, que hoje não tem essa função, que era o desvio da BR-153 e o contorno noroeste”, explicou. O senador declara que colocou uma emenda de bancada, no valor de R$ 113 milhões, o volume de dinheiro necessário para fazer o contorno que sai da BR-153 após o Ceasa até a GO-070.

3° Bloco — Wilder finaliza incentivando a juventude: (clique para ouvir)

Ao comentar as suas dificuldades, o senador diz que todos os jovens devem ter sonhos e correr atrás deles. “Na vida para você ter sucesso, conquistar alguma coisa tem que ter renúncia. O caminho para alguém ter sucesso é o estudo. Passava o dia todo estudando. Peguei experiência foi nos livros e na biblioteca”, salientou. O engenheiro ressalta ainda que o governo deve investir em escolas profissionalizantes, cursos técnicos para que os jovens comecem a trabalhar cedo. Para ele, quem quer trabalhar consegue trabalho, mas muitos querem emprego.

Material extraído do portal 730.

Bandeira do senador Wilder Morais será os municípios

postado em: Notícias | 1

O senador Wilder Morais disse que o principal objetivo de suas emendas apresentadas à medida provisória (MP) 589/12, que trata do parcelamento de dívidas dos estados e municípios com a Fazenda Nacional e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), é atrair mais recursos para as prefeituras. “O objetivo das minhas emendas é fazer com que sobre mais dinheiro para atender as diversas demandas que cada município do Brasil tem”, afirmou o parlamentar.

O Senado recebeu recentemente a MP, editada pela presidente Dilma Rousseff, e o Congresso Nacional deve instalar nos próximos dias uma comissão mista para analisar a matéria. “Proteger os municípios é minha bandeira no Senado. Eu escolhi o municipalismo e minha dedicação aqui é exatamente cuidar das cidades brasileiras. Neste sentido minhas emendas são muito importantes, especialmente no que diz respeito às dívidas das prefeituras”, ressaltou Wilder.

Em uma de suas emendas, Wilder Morais sugere que as parcelas mensais a serem retidas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE) correspondam a 1% da receita corrente líquida do ente federado, e não 2%. O senador considera elevado o percentual proposto pela MP. “Quem sabe o que precisa ser resolvido nos municípios é o prefeito, é o povo e eu defendo menos taxa e mais recursos para as prefeituras”, frisou.

Conteúdo

Senador Wilder defende maior segurança para o consumidor no comércio eletrônico

postado em: Notícias | 0

O senador Wilder Morais defendeu a atualização do Código de Defesa do Consumidor para garantir maior segurança aos consumidores na hora de fazer compras pela internet — os crimes cibernéticos sequer são previstos na atual legislação. Wilder é membro da comissão especial criada pelo Senado para debater a modernização da lei, elaborada há 22 anos. Segundo o parlamentar, um dos principais focos do novo texto será nas transações feitas pela internet.

“Essa atualização do Código de Defesa do Consumidor será importante principalmente no que diz respeito aos crimes cometidos pela internet. Hoje os compradores estão suscetíveis a esse tipo de crime já que os avanços tecnológicos ocorreram e a lei ficou para trás”, afirmou Wilder Morais. Segundo dados da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, o e-commerce surgiu há 11 anos no Brasil e vem crescendo entre 20% a 30% a cada ano.

Os números oficiais ainda mostram que o faturamento no comércio eletrônico chegou a R$ 20 bilhões no primeiro semestre de 2012 — 20% superior ao do mesmo período em 2011. Outro dado que cresce em mesmo ritmo é o de reclamações. Os órgãos de proteção ao consumidor receberam em média 86% a mais de queixas e, no caso de sites de compras coletivas, esse índice teve aumento de 400%.

Conteúdo

Senador Wilder recebe visita ilustre

postado em: Notícias | 1
Senador Wilder Morais e o advogado Davi Dutra

O senador Wilder Morais recebeu hoje, 27, a visita do advogado Davi Dutra, 78 anos, em seu gabinete de Brasília. Segundo o senador, Davi é uma pessoa muito importante em sua vida. Quando Wilder, ainda adolescente, se matriculou no curso de Engenharia Civil da PUC-Goiás, precisou de um avalista para conseguir o Crédito Educativo.

Surge então um problema: Onde procurar esta pessoa na pequena cidade de Taquaral, sua cidade natal? Em sua família não havia ninguém com renda suficiente para servir de avalista. O senador então, mesmo receoso de levar um não, resolveu bater na porta do advogado, que se prontificou de imediato a ajudar, e já perguntou quais documentos seriam necessários.

Conteúdo

Ajuda

postado em: Notícias | 0
Danilo de Freitas, secretário de Infraestrutura, com o senador Wilder Morais em busca de ajuda

Em suas idas aos ministérios, quando secretário estadual de Infraestrutura, em busca de solução para obras do governo federal paralisadas no Estado, o senador Wilder Morais recorria à ajuda de alguns deputados federais e também dos senadores goianos, sobretudo de Lúcia Vânia, por ela ser presidente da Comissão de Infraestrutura (CI).

Mesmo papel

Wilder Morais, quando secretário de Infraestrutura, buscando apoio da senadora Lúcia Vânia

Agora que é senador e também membro da mesma comissão, Wilder está prestando a mesma ajuda ao secretário Danilo de Freitas, que ocupa a Pasta anteriormente comandada pelo senador. (Coluna Café da Manhã — Jornal Diário da Manhã, 26 de novembro de 2012).

Senador Wilder apresenta emendas para aliviar a saúde financeira dos municípios e Estados

postado em: Notícias | 1
O senador Wilder Morais entre os colegas parlamentares Cyro Miranda e Aécio Neves

O senador Wilder Morais apresentou nesta terça-feira (20) três emendas à medida provisória que trata do parcelamento de dívidas dos Estados e municípios com a Fazenda Nacional e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). A proposta chegou à Casa na semana passada e o Congresso deve instalar nos próximos dias uma comissão mista para analisar a matéria.

A primeira emenda do senador Wilder trata do relatório sobre parcelamento dos débitos previdenciários dos Estados, municípios e Distrito Federal. Segundo o parlamentar, o ideal seria que em até seis meses antes do término do mandato dos chefes do Executivo, os resultados obtidos durante o ano pelas administrações municipais, estaduais e federais — e a proposta para eventuais dívidas remanescentes relativas às contribuições sociais — sejam enviados também para o Senado. Hoje o documento é encaminhado somente ao Ministério da Fazenda.

A segunda proposta sugere que as parcelas mensais a serem retidas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE) correspondam a 1% da receita corrente líquida do ente federado, e não 2%. O senador considera elevado o percentual proposto pela MP. “Afinal, o objetivo da medida provisória é dar fôlego financeiro aos Estados e municípios”, frisou Wilder.

Em relação à terceira emenda, Wilder Morais pretende substituir a Taxa Selic pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP). Segundo a MP, será aplicada a taxa Selic às parcelas mensais a serem retidas dos fundos de participação. “Tenho cumprido uma agenda intensa em defesa dos municípios brasileiros. Para aliviar a saúde financeira dos gestores municipais, acredito que a TJLP seja uma taxa mais favorável aos entes federados”, ressaltou o senador.

Senador Wilder defende urgência na tramitação do FPE

postado em: Notícias | 0

O senador Wilder Morais defendeu maior velocidade na tramitação da proposta que prevê mudanças no Fundo de Participação dos Estados (FPE). Atualmente existem 13 projetos sobre o tema, além de uma decisão do Supremo Tribunal Federal apontando inconstitucionalidade de qualquer proposta estabelecendo critérios fixos para a partilha.

O senador Wilder defende a decisão do STF, uma vez que a economia é flutuante e qualquer critério definitivo implicaria em injustiças a médio e longo prazo. “Agora, os estados não podem depender do Governo Federal para investir, a federação não deve ser extremamente centralizada como no modelo atual”, analisou.

Os senadores estão debatendo a necessidade das propostas serem avaliadas pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. “Acredito que o debate é frutífero, mas a definição da partilha do FPE é mais urgente”, concluiu. (Jornal E+, 19 de novembro de 2012).

Caminho das pedras

postado em: Notícias | 2

O senador Wilder Morais tem frisado aos prefeitos que o visitam em seu gabinete de Brasília e Goiânia sobre a “necessidade de profissionalização do corpo técnico das prefeituras”. Segundo o parlamentar, “só assim os entraves burocráticos que impedem as prefeituras obterem recursos dos ministérios por falta da elaboração de bons projetos podem ser eliminados”.

Bê a bá

Além auxiliar os prefeitos com a equipe técnica criada em seu gabinete, Wilder vai também oferecer aos representantes municipais um pequeno livro: “Manual de Obtenção de Recursos Federais para os Municípios” —, o qual “será uma ferramenta valiosa aos prefeitos, visto que os auxiliará na correta elaboração dos projetos”. (Coluna Xeque-Mate — Jornal O Hoje, 18 de setembro de 2012).

Esforços para as obras do Aeroporto Santa Genoveva

postado em: Notícias | 1
O senador Wilder Morais, quando era secretário estadual de Infraestrutura, com representantes da Infraero, acompanhado dos presidentes da Ademi (Ilézio Inácio), do Sinduscon (Justo Cordeiro) e do então secretário muncipal de Infraestrutura, Roberto Elias

Quando secretário de Infraestrutura, o senador Wilder Morais, em suas idas à Infraero para tratar do término do novo aeroporto de Goiânia, sempre ia acompanhado de representantes da iniciativa privada e de algum representante da Prefeitura de Goiânia. Esse conjunto de representantes, segundo o parlamentar, que na terça-feira (14) esteve presente na comitiva de parlamentares que acompanhou governador Marconi Perillo em reunião com técnicos da estatal, “visava à união entre o Estado, o município e o setor privado e assim dar mais peso na cobrança polítca e distribuir o mérito de forma coletiva”. (Coluna Café da Manhã — Jornal Diário da Manhã, 16 de novembro de 2012).