Wilder terá trabalho voltado à infraestrutura e municipalismo

postado em: Notícias | 0

[dropcap2]O[/dropcap2] senador Wilder Morais iniciou o semestre parlamentar implantando em seu gabinete o mesmo ritmo de trabalho de sua atuação empresarial na iniciativa privada. Seu plano de ação também irá contar com a mesma característica que marcou seu período à frente da Secretaria de Infraestrutura de Goiás. Infraestrutura e municipalismo serão os temas de seu trabalho. Sua passagem pela respectiva pasta possibilitou-lhe grande experiência na vida pública.

As reuniões começaram no início da manhã do dia 1º de agosto. Atento aos procedimentos da Casa, Wilder se trancou em seu gabinete estudando o Regimento Interno do Senado e a logística da distribuição de emendas para os municípios.  “Essa será uma grande bandeira do meu mandato. O Congresso precisa ficar atento às demandas das cidades. São nelas, principalmente nas com pouca densidade populacional, que estão as grandes deficiências sociais que atingem os cidadãos comuns”, destacou.

Parte da desenvoltura do senador no primeiro dia de trabalho foi graças aos intensos estudos realizados na última semana. Wilder sabe que tem muito trabalho pela frente. “É um aprendizado constante, mas, desde quando saí da zona rural para tentar conquistar o diploma universitário, sempre soube que os obstáculos são vencidos com determinação”, disse.

Com um perfil de poucas palavras e muita labuta, o senador Wilder afirma que as portas do seu gabinete estarão sempre abertas para os prefeitos goianos.

 “Um dos principais problemas do país é a falta de infraestrutura para escoar nossas riquezas. O meu gabinete será uma ponte para que os municípios goianos tenham a atenção que merecem, afinal o município é o ente federado mais próximo do cidadão. Hoje nosso Estado é uma das maiores economias do país e um importante fator no PIB nacional. Vou trabalhar para que os benefícios cheguem do Sul ao Norte de Goiás, de Leste a Oeste, para que Goiás continue a crescer e sempre com qualidade de vida para os goianos”, completou.