Em artigo publicado no DM, Wilder propõe ação para reduzir violência

postado em: Notícias | 0

Sem segurança não há futuro

 

Wilder Morais

Eduque os meninos, e não precisarás punir os homens, diz o provérbio. É um lado da verdade, mas vou além: sem punir os criminosos, não conseguirás educar as crianças.

A impunidade e a violência, além das vidas e patrimônios que destroem, deseducam nossos jovens, impedem que entendam os valores da ética e do trabalho. Basta ver os abusos cotidianos que sofrem os professores e os trágicos casos de crimes nas escolas, como a barbárie de Alexânia, ou as escolas cariocas fechadas pelas balas perdidas do tráfico.

Fui relator da Avaliação da Política Nacional de Segurança Pública no Senado Federal e afirmo: o quadro é desolador. Detectamos quatro grandes problemas e soluções: fronteiras fracas, presídios sem controle, população indefesa e

crime organizado dominando as cidades.

Hoje falaremos sobre o caos nas fronteiras. Este problema está na raiz dos demais. Por elas entram as drogas que enriquecem e as armas que protegem os criminosos nas cidades. Para controlar as suas rotas que se organizou o crime no Brasil e fechando-as tiramos a razão de ser das facções que matam nossa juventude de norte a sul.

O Brasil tem mais 15 mil km de divisa terrestre com os maiores produtores de cocaína do mundo. A fiscalização seria da Polícia Federal e das Forças Armadas. A primeira tem poucos servidores para tantas tarefas complexas (15 mil agentes para fronteiras, tráfico, corrupção, etc) e a segunda foi desenhada para se defender de exércitos invasores, não de contrabandistas.

Por isso propus no Relatório a criação da Polícia Nacional de Fronteira, uma força especializada, treinada para patrulhar fronteiras, equipada com alta tecnologia e integrada às demais forças nacionais e estrangeiras que atue dia e noite em toda a fronteira seca. Com a volta das atividades parlamentares, coletarei assinaturas para apresentar a PEC das fronteiras para construirmos esta organização.

É hora de pensarmos grande, com coragem e urgência. Precisamos reconquistar o Brasil, fazer valerem nossas leis e expulsar o crime da vida das nossas famílias.

Wilder Morais, engenheiro civil e senador da República